top of page

Como manter a saúde cognitiva com a maturidade




Envelhecer de forma saudável com a memória e astral em ótimo funcionamento é um objetivo em comum a todos nós. Adotando medidas hoje que refletirão no futuro é a chave para garantirmos que chegaremos a maturidade saudáveis.

Para os que já são mais velhos, pequenas mudanças hoje podem rapidamente representar resultados positivos.

Há várias coisas que podemos prever à medida que envelhecemos: temos mais tempo, filhos que saíram de casa, tempo para hobbies e a oportunidade de viajar.

Mas a realidade é diferente em muitos casos, nem todos conseguem fazer o que gostariam e muitas pessoas lidam com problemas de saúde mental.

Mas a boa notícia é que podemos adotar mudanças hoje para proteger nossos anos dourados com algumas estratégias para prevenir outros problemas de saúde.


DEPRESSÃO

A tristeza sustentável está longe de ser o único efeito da depressão. Um estudo de 2018 foi o primeiro a encontrar evidências abrangentes ligando a depressão a um declínio mais rápido do funcionamento cognitivo.


A depressão em pessoas mais velhas também está associada a um risco aumentado de doenças cardíacas e a um risco maior de morte por doença em geral.


Fatores de risco para depressão incluem estresse na vida e falta de apoio social.

Mulheres solteiras, viúvas ou divorciadas também têm um grande risco.

Eventos que frequentemente acompanham o envelhecimento, como a perda de entes queridos e a incapacidade de realizar atividades outrora amadas, estão entre outros fatores desencadeante.



exercicios para prevenir doenças
Yoga

PREVENÇÕES ATRAVÉS DE UM ESTILO DE VIDA E DIETA

EXERCÍCIO: a pesquisa comprova a eficácia do exercício para depressão leve a moderada. Escolha participar de aulas em grupo nas quais você pode conhecer pessoas e interagir. Exercícios como yoga que trabalham a respiração e são de baixa intensidade são uma ótima opção.

APRENDA: Inscreva-se em uma aula onde você pode aprender algo que o inspira. É sabido que a adoção de um novo desafio ajuda a ajustar os níveis de dopamina do cérebro (uma substância química conectado ao prazer, diversão e aprendizado)

COMA BEM: consuma alimentos anti-inflamatórios como cerejas, legumes, açafrão e gengibre.

OMEGA-3: estudos apontam que consumindo alimentos ricos em ômega-3 ou suplementos podem ajudar a diminuir sintomas de depressão.



ANSIEDADE

Essa é uma doença da vida moderna que atinge a maioria de nós pelo menos em alguns momentos da vida.

A ansiedade pode resultar de predisposições genéticas, experiências, crenças, comportamentos e eventos da vida.

Alguns estudos mostram que a ansiedade pode acelerar o processo de envelhecimento em três a cinco anos. Felizmente, o mesmo estudo também revelou que o tratamento pode reverter esses danos.

ESTRATÉGIAS

Na minha prática de Coaching com pessoas com ansiedade, procuro ajudar a meus clientes a focarem nas coisas positivas que eles possuem e como podem encontrar significado em algo importante na vida deles.

Algumas vezes, a ansiedade é resultante de um baixo nível de interação com pessoas próximas. Desenvolver uma maior habilidade na comunicação nesses casos pode ajudar. Através da prática do Coaching, ajudo a meu cliente a expressar suas reais necessidades, estar aberto ao ponto de vista do outro, e valorizar o relacionamento em oposição a “estar correto”.

PREVENÇÕES ATRAVÉS DE UM ESTILO DE VIDA E DIETA


AÇÚCAR: Evite o açúcar em excesso. Pesquisas indicam que comer açúcar em excesso desencadeia a ansiedade.

SUPLEMENTOS NATURAIS: Considere tomar alguns suplementos que podem diminuir o nível de ansiedade. Lembre-se de conversar com seu médico antes de tomar algo. Há suplementos como valerian, relora, teanina e outros que podem ajudar na redução da ansiedade.

CHÁS: Eu amo incorporar os chás no meu dia a dia. No Brasil, as pessoas não possuem tanto o hábito do chá e optam pelo café que é uma bebida que aumenta nosso nível de ansiedade. Chás de camomila, lavanda, maracujá, e outros podem ser uma ótima bebida para seu dia a dia, no escritório, em casa à noite, ou no fim da tarde. Opte por chás orgânicos sem cafeína.

MEDITAÇÃO: a prática diária da meditação está comprovada que diminui o nível de ansiedade. Comece com 2 minutos e aumente gradualmente. Como tudo na vida, requer prática para virar um hábito.

ÓLEOS ESSENCIAIS: óleos essenciais de lavanda e rosas são considerados calmantes comunicando-se com o cérebro que atua no nosso humor e emoções.



PERDA DE MEMÓRIA

A perda de memória ou risco de doenças crônicas aumentam com a idade e também em decorrência de outros problemas que podemos controlar, já que a idade faz parte do nosso ciclo natural de envelhecimento.

As situações que contribuem para perda de memória além da idade incluem, pressão alta, colesterol alto, diabetes fora do controle, perda de audição, baixa qualidade do sono, insuficiente interação social.

ESTRATÉGIAS

APRENDA: Engaje-se em algum aprendizado como uma língua nova ou algum assunto do seu interesse.

EXERCÍCIO: Um estudo mostrou que caminhadas moderadas entre pessoas de 70-80 anos ajudam a melhorar sua memória.

SAÚDE DO CORAÇÃO: os fatores ligados à sua saúde cardiovascular ajudam ao bom funcionamento do seu cérebro. Mantenha sob controle sua pressão arterial, colesterol e peso.

atividades para preservar a memória
Aprendendo em qualquer idade

PREVENÇÕES ATRAVÉS DE UM ESTILO DE VIDA E DIETA


DIETA: a dieta mediterrânea incluindo alimentos como frutas, legumes, nozes, peixe, azeite, uma pequena quantidade de laticínios, vinho tinto em moderação está associada ao baixo risco de desenvolver doenças como Alzheimer.

SUPLEMENTOS: Omega-3 e Ginkgo Biloba estão associados a prevenção de doenças cognitivas.

ÓLEO MCT : extraído do óleo de coco, que contém quantidades consideráveis de um ácido graxo saudável chamado ácido láurico. Ele também possui dois ácidos graxos diferentes chamados ácido cáprico e ácido caprílico. O consumo do óleo MCT está associado à prevenção de doenças cognitivas.

MAIS SUPLEMENTOS

CÚRCUMA – AÇAFRÃO

Um potente anti-inflamatório achado no açafrão que atua em diferentes áreas do nosso organismo.

OMEGA-3

Os óleos graxos essenciais achados em nosso cérebro. Outro potente anti-inflamatório e previne a degeneração celular e já mencionado acima

VITAMINA B12

Alguns pesquisadores encontraram indícios que a vitamina B12 pode prevenir o Alzheimer com essa vitamina, porém uma boa proporção de pessoas acima dos 50 demonstrou não absorverem mais tanto essa vitamina através dos alimentos. A deficiência da vitamina B12 pode prevenir problemas de concentração, mudanças de humor, e demência que podem ser revertidas com a suplementação.


Para maior força

· Aminoácido leucina, vitamina D, creatinina, e proteína Whey

Para saúde dos olhos

· Betacaroteno, zinco, luteína, zeaxanthin

Para saúde dos ossos

· Cálcio, magnésio, vitamina D

Para sua musculatura

· Omega-3, folato, vitamina B12

Para sua pele

· Vitamina C tópica, kinetin tópico

Para o coração

· Vitamina D, Omega-3, Vitamina C, B6 e B12


Para saúde digestiva

· Probióticos

Sou sempre a favor de buscarmos nossos nutrientes através da alimentação saudável. Porém, há situações que passamos a absorver menos os nutrientes, ou não nos alimentamos adequadamente ocasionando deficiência de alguns nutrientes.

Antes de se auto medicar, consulte um profissional de saúde para fazer um programa de suplementação indicado a você e em todo caso comece agora a tomar atitudes positivas para evitar doenças no futuro.


#doencascognitivas #memoria #envelhecendocomsaude #prevenindodoencas

552 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page